• brands
  • brands
  • brands
  • brands
  • brands
  • brands
  • brands

Blog

Volkswagen confirma produção do novo Polo no Brasil em setembro

08/07/2017

Nova geração do Polo será fabricada em São Bernardo do Campo (SP), junto com o futuro sedã Virtus.

Conforme esperado, a Volkswagen anunciou em 22 de junho, a produção do novo Polo no Brasil. O modelo será fabricado na planta de São Bernardo do Campo (SP) a partir de setembro, com o início das vendas previsto para ocorrer entre novembro e dezembro de 2017.

A marca também confirmou a produção do sedã Virtus (um sedã baseado na mesma plataforma MQB do Polo) no mesmo local. A fabricação dos dois modelos faz parte do cronograma de investimentos da empresa no Brasil, que prevê a injeção de R$ 7 bilhões até 2020.

Para produzi-los, a planta localizada às margens da rodovia Anchieta foi profundamente modernizada, recebendo robôs e equipamentos de última geração. A linha de montagem deve preencher o espaço deixado pela produção do Jetta no local, ocorrida por pouco mais de um ano – hoje o sedã é importado do México.

Apresentado mundialmente, o Polo estreará uma versão compacta da plataforma modular MQB, utilizada em diversos modelos do Grupo VW, como Golf e Passat. A partir dela serão produzidos também o supracitado Virtus (um sedã intermediário entre o Voyage e o Jetta) e outros dois produtos: um utilitário esportivo baseado no conceito T-Cross e um quarto modelo, possivelmente uma picape de porte intermediário.

Maior por todos os lados em relação a seu antecessor (a 5ª geração, que não foi vendida no Brasil), o Polo tem 4,05 m de comprimento (7 cm maior) 1,75 m de largura (7 cm a mais), 1,44 m de altura e distância entre-eixos de 2,56 m (9 cm maior).

O design foi inspirado nos últimos lançamentos da marca, como o sedã Arteon, com a grade frontal emulando uma pequena extensão do capô. No interior, destaque para o painel digital que também será oferecido no Polo brasileiro.

Na Europa, o Polo terá motorizações a diesel e gasolina, incluindo opções como 1.0 TSI (120 cv), 1.5 TSI (150 cv) e 2.0 TSI (200 cv), esta última destinada à versão esportiva GTI. Por aqui, os motores 1.0 MPI (82 cv), 1.0 TSI (125 cv, seguindo a calibração adotada no Golf), 1.6 MSI (120 cv) e 1.4 TSI (150 cv) seriam as possibilidades da VW.

Como o Polo europeu começa a ser vendido por lá em setembro, a tendência é que “nosso” Polo seja lançado no último trimestre deste ano, possivelmente entre novembro e dezembro.

Por ora, a marca não pretende aposentar nenhum modelo de sua atual gama de compactos. Se isso realmente ocorrer, a Volkswagen terá cinco modelos nesta categoria: o Gol,  Up! (que acaba de ser renovado), o Fox (que continuará sendo fabricado em Pinhais, no Paraná, com direito a um facelift em 2018), o Polo e o Golf.

Fonte: quatrorodas.abril.com.br

Voltar